Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

O pecado anunciado

"Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e a casa de Jacó os seus pecados." Isaías 58:1
O capítulo 58 de Isaías começa ordenando que seja anunciado ao povo as trangressões que anda cometendo e os pecados de Jacó. O que aprendemos com isso?
No versículo 1, Deus envia o profeta Isaías para anunciar ao povo em que estão pecando contra Deus. Conosco Deus também pode fazer do mesmo modo.
Há uma série de pecados que normalmente não nos damos conta que cometemos, e é preciso que eles nos sejam anunciados pela nossa consciência e pela Palavra de Deus para que tomemos uma posição a respeito deles.
Geralmente, estes pecados são ocultados pelo orgulho, pela religiosidade e pelo fato de nos acharmos "mais espirituais" que os demais.
Desse modo, esse tipo de comportamento nos oculta nossos próprios pecados, nos fazendo olhar somente para os pecados alheios. Em 1 Co 11: 28a lemos:"Examine-se o homem a si mesmo..." O que fazemos na maioria das vezes é examinar minunciosamente a vida alheia, e não paramos para examinar a nós mesmos.
O benefício que se tem ao se examinar a si mesmo à luz da Bíblia, é que a Palavra de Deus é como um espelho. Através dela nos vemos refletidos como uma imagem real, ou distorcida da realidade quando ocultamos a nós mesmos os nossos próprios pecados.
O "anúncio" de nossos pecados nos servirá para analisar em que estamos falhando. Em Apocalipse 2:5 lemos:"Lembra-te pois donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal se não te arrependeres."
Saber quais são os nossos pecados nos ajudará a nos arrependermos. Quando pedimos perdão à Deus, é preciso que digamos à Ele em que estamos pecando e tomarmos uma posição de não voltar ao erro novamente.
Há um provérbio judeu que diz:"Quando sabemos que um pecado foi perdoado? Quando não o cometemos mais."
Se após sabermos os nossos próprios pecados, confessá-los à Deus, pedir perdão, retornarmos ao mesmo erro frequentemente, corremos o risco de ter a consciência cauterizada. Em Hebreus 10:26,27 diz:"Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários."
Aquele que peca constantemente e torna o ato do perdão de Deus como algo de pouco valor, vai aos poucos cauterizando a própria consciência, de modo que passa a não ver mais qual a consequência espiritual do seu pecado. O pecado se torna algo cotidiano, comum. Seu senso de moralidade vai aos poucos petrificando.
Nossa disposição ao pecado se dá muitas vezes pelo fato de endurecermos o coração quando Deus fala conosco. Em Hebreus 4:7 parte b lemos:"Hoje, se ouvirdes a sua voz (a voz do Senhor), não endureçais os vossos corações."
Não podemos ocultar de nós mesmos nossos pecados, porque fazendo assim não nos arrependemos e não somos perdoados e restaurados.
Em Provérbios 28:13 lemos:"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia."
A vontade do Senhor é que reconheçamos nossos pecados, os confessemos à Ele com o coração arrependido (porque sem arrependimento como haverá perdão?) e deixemos de cometê-los.
O que acontece é que muitas vezes nos arrependemos, confessamos, mas algum tempo depois voltamos a cair no mesmo pecado. Neste caso, o que tivemos não pode ser chamado de arrependimento genuíno, mas apenas de remorso. O remorso de ter cometido algo que desagrada à Deus nos faz acreditar que estamos arrependidos. Tão logo passe o remorso, tornaremos a cair no mesmo pecado, porque remorso não significa arrependimento verdadeiro.
A definição da palavra REMORSO no dicionário é:Manifestação pungente da afetividade!afetividade humana que nos censura um ato!ato que não devíamos praticar. (dicionário Priberam)
Já a definição de ARREPENDIMENTO é: contrição.(dicionário Priberam)
Contrição significa:Dor profunda de ter cometido pecado.(dicionário Priberam)
Em Salmos 51:17 parte b lemos:"A um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus."
Nossos pecados se tornam ocultos de nós mesmos quando nos consideramos "mais santos ou mais espirituais" que os demais. Desse modo, vemos defeito nos outros que não leem tanto a Bíblia como deveríam, que não oram com frequência, que não jejuam, que não participam ativamente na obra de Deus. Entra em ação a religiosidade. Passamos a pensar que nossas atitudes são um parâmetro para medir a espiritualidade alheia. "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus."(Mateus 7:21)
Este é o pecado do orgulho e da religiosidade em ação. Nos orgulhamos de nossas atitudes que acreditamos estarem sendo feitas diante de Deus sem perceber que nosso modo de proceder com as outras pessoas desfaz tudo aquilo que consideramos "obras de justiça".
Um exemplo excelente a esse respeito se encontra em Lucas 18:10-14:"Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo.O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado."
O pecado do orgulho nos cega. Que o Senhor faça conosco como fez com Paulo após ter se encontrado com ele no caminho de Damasco. Que as escamas dos nossos olhos caiam para que possamos enxergar verdadeiramente quem somos diante do Todo Poderoso.(Atos 9:1-18)





2 comentários:

  1. Realmente isso acontece, muitas das vezes acabamos nos esquecendo de nos examinar, ainda mais quando se está na obra de Deus, movidos por titulos e achismo acabamos nos desviando do caminho correto e quando a pessoa percebe já está no pecado novamente, por isso devemos nos vigiar e nos analisar constantemente para não nos perdemos, pois é como está escrito: " e quem pensa que está de pé cuide para que não cai".

    ResponderExcluir
  2. Que palavra boa Geni... Realmente precisamos estar atentos pra não cometer estes deslizes... é muito chato lidar com pessoas assim, em tudo se acham melhor que o semelhante... Só Deus pra abrir os olhos e fazer enxergar a verdade!!!
    Fica com Deus e abração!

    ResponderExcluir

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...