Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Pecado de estimação

"Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. " Salmo 32:5
O pecado tem sido a causa da destruição na vida de muitas pessoas. Por causa do pecado, ministérios são desfeitos, por causa do pecado vidas são feridas, ele é responsável pela tristeza e o abandono da casa do Senhor e pela decadência espiritual na vida de muitos cristãos.
Mas quem dá ao pecado tanto poder assim de fazer o que faz? Quem é que o move?
O apóstolo Paulo nos fala da sua luta: "Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço." Romanos 7:19
Se chegamos à conclusão que quem realiza o pecado somos nós mesmas, podemos então entender que muitas coisas ruins poderiam não acontecer se simplesmente disséssemos NÃO ao pecado.
O significado da palavra pecado é: errar o alvo. Sempre que você peca, você está indo em direção errada.
O apóstolo Paulo lutava contra sua própria natureza, querendo fazer o bem mas muitas vezes realizando o mal e se entristecendo por assim fazê-lo.
Conosco não é diferente. Quantas vezes não pensamos depois de alguma atitude impensada:"Porque eu fui falar isso? Porque eu fiz isso?"
Nós podemos escolher se queremos ou não pecar, sabia? Nosso corpo não é um conjunto de membros descontrolados governados por um cérebro louco!
O pecado pode se tornar forte em sua vida se você lhe der este poder, como também pode se tornar fraco se você andar em Espírito.
O único modo de combater o pecado em nossas vidas é andarmos em Espírito. "Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito." Romanos 8:5
Se você se sente constantemente inclinada a pecar, infelizmente você está se deixando levar pela carne. Veja o que a palavra de Deus diz sobre isso:"...a inclinação da carne é morte." Romanos 8:6 a
Talvez você pense: "Ah, mas só algumas mentirinhas não vão me fazer morrer!" Realmente, pode ser que contar mentiras para as pessoas com quem você convive ou encontra todos os dias não irá levá-la a morte física, mas já a morte espiritual é possível sim.
O pecado tem este mal ligado à ele: "O salário do pecado é a morte." Romanos 6:23 a 
Uma pessoa acostumada a pecar vai morrendo espiritualmente aos poucos. Um dia não sente mais desejo de ir à casa do Senhor, já não lê a Bíblia, deixa de orar, procura estar em companhia de pessoas que não tem Deus como Senhor e que poderão facilmente lhe fazer a cabeça com más conversações.
Há muitos mortos-vivos por ai. Estão espalhados pelas igrejas também, onde entram e saem e não largam seus pecados de estimação. O pecado se tornou sua companhia por onde quer que vão.
Em Jeremias 17:1 diz:"O pecado de Judá está escrito com um ponteiro de ferro, com ponta de diamante, gravado na tábua do seu coração e nas pontas dos vossos altares."
Será que não é isso o que está acontecendo com você também? O pecado está tão enraizado, como se tivesse sido gravado no seu coração. Você sabe qual é o pecado, e não pode se esquivar dele, muito menos dar desculpas para Deus, porque Ele conhece o seu interior.
Pare de cultivar pecados, de alimentá-los. A única coisa que eles irão gerar em sua vida será morte. 
O único modo de ser restaurada, é confessando o pecado à Deus, não encobrindo nem dissimulando. No salmo que está no início dessa postagem, Davi diz que Deus perdoou a maldade do seu pecado. O Senhor não perdoou somente o pecado em si, mas a motivação de cometê-lo, pois atrás de cada pecado há uma intenção ruim a ser colocada em prática.
Quer ser restaurada hoje? Não encubra mais os seus pecados, fale com o Senhor:"O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia." Provérbios 28:13

Série: O discípulo e o crente - Parte 29

• O crente maduro finalmente é um discípulo; o discípulo maduro assume os ministérios para o Corpo.
Estar caminhando com Cristo deve nos levar ao amadurecimento espiritual. Imagine-se estudando durante 15, 20, 40 anos e vir a perceber que não está aprendendo nada! É assim que alguns crentes se comportam: passam a vida inteira dizendo que estão caminhando com Jesus, mas não avançam no conhecimento do Senhor. Numa certa volta do caminho, estacionam no que aprenderam no início e apesar de pensarem que estão avançando, estão estagnados espiritualmente sem perceber.
O discípulo maduro sabe qual é a sua ocupação na obra do Senhor, não é necessário que alguém lhe diga o que fazer, pois ele tem experiência e sensibilidade para perceber a voz de Deus.
Quando Deus escolhe alguém para desempenhar uma obra, Ele também trata de aperfeiçoar a quem escolheu para que esta pessoa amadureça e fique firmada na fé.
A vontade do Senhor não é que passemos a vida inteira como meninos na fé. E como encontramos meninos na fé nas igrejas! São crentes que se ressentem com tudo e com todos, fazem birra e são teimosos e surdos a qualquer tipo de conselho.
Deus te escolheu para fazer parte do reino, e para isso é preciso que você assuma a parte que lhe cabe para saber o que fazer. Lembre-se que quando o Senhor nos escolhe, Ele também trabalha em nossa vida para nos aperfeiçoar para sua obra.
"E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro." (Efésios 4:11-14)

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente veremos • O crente necessita de festas para estar alegre; o discípulo vive em festa porque é alegre.
Fique ligada!

A roupa da mulher de Deus

"Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas e vestidos preciosos, mas como convém as mulheres que fazem profissão de servir a Deus com boas obras." 1 Timóteo 2:9,10
Algumas denominações evangélicas ainda hoje discutem de que modo a mulher cristã deve se vestir.
Há quem diga que elas devam usar somente saias, ou que não devem mostrar os ombros, outros dizem que pode ser qualquer roupa desde que não seja sensual, outros ainda pensam que tanto faz a roupa, o que importa é o coração.
Assim vão as idéias a respeito de como a mulher cristã deve se vestir, mas a verdade está na palavra de Deus, que diz exatamente como ela deve se trajar.
Em primeiro lugar, lemos no versículo acima que ela deve se vestir com traje honesto. Mas o que seria afinal um traje honesto?
Quando você se veste, deve ter em mente que a roupa que vai colocar vai passar alguma informação a seu respeito para as pessoas que lhe veem. Então neste caso, uma mulher cristã que procura servir à Deus em todo o seu modo de viver, não deveria usar decotes mostrando parte dos seios, porque este não seria um traje honesto. Os decotes promovem a sensualidade, e se a intenção da mulher cristã não é se mostrar de modo sensual, então ela está usando uma roupa que passa uma informação desonesta, que não é na verdade o que ela gostaria de dizer. O mesmo se pode dizer de mini-saias ou qualquer roupa que deixe as partes mais sensuais do corpo da mulher a mostra. Aliás, porque uma mulher cristã iria se mostrar sensual, dando a entender que está usando tais tipos de roupas para agradar os olhos de quem vê, se esta não for sua real intenção? A quem ela pretende agradar vestida assim: a Deus ou aos homens?
A palavra de Deus fala ainda de duas características a respeito do modo que a mulher deve se vestir: com pudor e com modéstia.
Pudor neste caso, refere-se a recato, que quer dizer de modo recatado sem escandalizar. Pudor conforme o dicionário também se refere a pureza. Então neste caso, o modo de se vestir deve ser puro, sem segundas intenções.
Quanto a modéstia, significa não dar na vista. Mesmo algumas mulheres cristãs capricham tanto no visual que acabam passando uma imagem errada de si mesmas, parecendo muito espalhafatosas no modo de se vestir e sendo a atração em qualquer ambiente que vão!
A mulher de Deus pode e deve se vestir bem, somente não deve exagerar, lembrando que o modo que ela se apresenta também passa uma informação a seu próprio respeito.
Um último conselho a respeito da palavra de Deus sobre o modo de vestir da mulher cristã, é que ela não fique somente preocupada com o modo de se vestir, porque afinal de contas, tudo passa, mesmo a moda que hoje tanto admiramos, amanhã parecerá ultrapassada. Mas que a mulher cristã não se esqueça de servir a Deus com boas obras.
Nos vestirmos bem não é nenhum problema, desde que não nos esqueçamos porque nos vestimos do modo que nos vestimos. Quais são nossas intenções? 
Que possamos nos vestir como convém as mulheres que servem a Deus com boas obras!



Noiva em fuga

"E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me." Gênesis 3:10
A noiva de Cristo está em fuga. Não quer se apresentar diante do Noivo de modo algum. Porque será que ela está tendo este comportamento? A resposta: a noiva pecou e está com vergonha.
É exatamente isso o que o pecado faz com a noiva de Cristo: a envergonha.
Aquela noiva alegre, que antes se apresentava diante do Noivo com um sorriso, tenta se esconder de sua face para não estampar a vergonha que sente.
O Noivo não lhe disse que não irá mais recebê-la por causa do pecado que ela cometeu, Ele de modo algum disse que ela estava impedida de entrar em sua presença e de lhe contar o que aconteceu. Ao contrário, Ele até lhe estende a mão: "Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça." Isaías 59:1,2
O que a separa do seu Noivo é o pecado, e por causa dele, ela foge do Senhor, tentando não pensar no que já aconteceu. Ela imagina que agora não poderá voltar atrás, porque o que está feito, está feito.
A noiva de Cristo, com o intuito de esperar o tempo e a vergonha passar, vai tentando levar sua vida normalmente. Imagina que assim irá esquecer o que aconteceu e depois voltará para o Noivo como se tudo estivesse bem. Mas dentro do seu íntimo ela sabe que nada está bem. O pecado dentro dela fala dia e noite, o inimigo a acusa e ela não tem coragem de entrar na presença do Senhor com todo o peso que sente no seu coração.
Ela espera em silêncio que tudo se resolva, mas a tristeza por causa do pecado começa a dar sinais: "Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia." Salmo 32:3
A noiva de Cristo, agora envergonhada pelo pecado não tem outra saída, a não ser se apresentar diante do Noivo e contar realmente o que aconteceu. Isso não quer dizer que o Noivo não saiba, Ele sabe de todas as coisas, mas assim que ela contar e Ele a perdoar, sua aliança com ela será renovada. Antes disso, nada pode ser feito.
Jesus é um noivo muito maravilhoso, e por mais que nos comportemos como a noiva em fuga por causa dos nossos pecados, Ele não nos despreza, mas nos recebe se nos voltamos para Ele com um coração arrependido: "Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus."Salmo 51:17
Finalmente a noiva de Cristo toma coragem, e faz o que deveria ter feito desde o início: confessa o seu pecado. "Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado." Salmo 32:5
Agora ela está livre do pecado que a entristecia. O inimigo não tem mais poder de acusá-la, ela foi perdoada pelo Noivo, que não mais se lembrará do seu pecado: "Tornará a ter compaixão de nós; pisará aos pés as nossa iniquidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar." Miquéias 7:19
Se você é esta noiva em fuga, há perdão para você hoje. Não importa o tamanho do seu pecado, o Senhor tem perdão para você. Não fuja mais, apresente-se diante do Noivo. Ele tem o poder de restaurá-la completamente e confirmar a aliança que Ele tem contigo.
Não tente encobrir os seus pecados. O tempo não tem o poder de apagá-los. 
"O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia." Provérbios 28:13

Série: O discípulo e o crente - Parte 28

• A meta do crente é ir para o Céu; a meta do discípulo é ganhar almas para povoar o Céu.
Todo crente tem a esperança de ir para o Céu, morar com Jesus. Isto é aceitável, sabendo que devemos estar constantemente com o pensamento ligado nas coisas de Deus. 
"Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamento com Cristo, em Deus. Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória." (Colossenses 3:2-4)
O crente tem como meta principal, ir para o Céu. Não haveria problema algum querer isso, se não fosse o fato de que muitos crentes parecem querer ir para o Céu sozinhos! Isso mesmo, sozinhos. Eles olham ao redor e julgam a todos como vis pecadores, dignos da condenação eterna, e não lhes dói no coração saber que essas vidas ainda não conhecem a Jesus. Ele se julga muito santo, limpo e puro e acha que por isso deve subir enquanto o restante para ele não importa, cada um que saia em busca de sua própria salvação. Praticamente seu lema é: "Cada um por si e Deus por todos!"
O discípulo não está preocupado com sua própria salvação, porque ele sabe que a tem garantida em Jesus, e por este motivo, ele sai em busca daqueles que ainda não conhecem o Senhor, para que também tenham esta certeza de fé. O interesse do discípulo é cumprir a palavra do Senhor: "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15)
E então, você ainda quer ir para o Céu sozinho? Quer Jesus somente para você? Acredite, compartilhar Cristo com as outras pessoas é muito gratificante, tanto para quem compartilha quanto para quem o recebe como Senhor!

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • O crente maduro finalmente é um discípulo; o discípulo maduro assume os ministérios para o Corpo.
Fique ligada!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...