Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

A mulher sensual

"Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela." Mateus 5:28Este assunto é muito sério, e infelizmente não é o tipo de assunto que se ouve sendo pregado sobre os púlpitos.Nos casos em que este assunto vem à tona, o homem é sempre visto como aquele que comete o pecado, olhando para uma mulher e a cobiçando sexualmente, mas vamos ver também a situação da mulher que está sendo observada.Ultimamente, muitas mulheres que se declaram mulheres de Deus, não tem sido muito cautelosas no modo de vestir, fazendo transparecer justamente o que fará qualquer homem pecar com os olhos.
São decotes exagerados, saias com aberturas muito compridas atrás, calças apertadas reforçando ainda mais as curvas. O que mais assusta, é saber que as mulheres que estão se vestindo de modo tão sensual, são justamente aquelas que dizem professar a fé em Jesus Cristo. Elas estão dentro dos templos, desfilando com toda sensualidade pelos corredores, entre os bancos, tendo oportunidade sobre o púlpito e deixando os homens em uma situação muito embaraçosa.
Os cientistas comprovam que o homem é atraído exatamente por aquilo que vê, e a mulher pelo que ouve. Agora imagine a situação de um servo de Deus, dentro da casa do Senhor entrando para adorar e se deparando com dezenas de servas vestidas sensualmente, com roupas transparentes e justas!
Pode parecer estranho um assunto como este, principalmente nos dias de hoje em que a maioria das igrejas (não todas!) já não tem regras a respeito da vestimenta da mulher de Deus.
O fato da igreja não especificar que tipo de roupa a mulher deve vestir, não significa que ela deva andar vestida sensualmente como dita a última moda. A palavra de Deus é muito clara a respeito do modo que as mulheres de fé devem se vestir:"Que do mesmo modo, as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia..." 1Timóteo 2:9a
Este mesmo versículo na tradução da Bíblia na Linguagem de Hoje é bem mais específica e fácil de entender:"Quero também que as mulheres sejam sensatas, e usem roupas decentes e simples."
Uma cristã se vestir de modo sensual é uma insensatez!!! Primeiro porque vai passar a informação errada para os olhos dos homens que a vêem, pois sua imagem fará com que eles imaginem que ela está oferecendo tudo o que tem de si mesma através do seu corpo! Segundo porque estará envergonhando o Evangelho de Cristo, pois quem não é de Cristo não poupa críticas:"Ué, ela não diz que é de Jesus, e se veste assim, com quase tudo a mostra???"
Esta postagem não é para julgar as cristãs que se vestem de modo sensual, mas para nos fazer pensar: Eu, como mulher de Deus, como tenho me apresentado? Como uma mulher cristã, ou uma mulher sensual? Qual o perigo em ser sensual, sendo que eu digo no meu coração que eu sou de Jesus?
O perigo, mora no fato de estar pecando e levando os homens a pecar também. O mais grave nisto tudo, é fazer com que os homens cometam o pecado do adultério, pois para Jesus, o adultério não é somente quando duas pessoas já envolvidas em um casamento, se aventuram a ter relações sexuais com alguém que não é seu cônjuge. Apenas, o fato de olhar para uma mulher e a cobiçar em seu coração, já é adultério. Imagine mais, se esta mulher sensual, sendo cristã, for o motivo deste adultério mental??? E se esta mulher for você???
Nenhuma de nós gostaria de ser motivo de queda na vida de homem algum.
Se você tem sido até agora uma mulher sensual no modo de se vestir, apesar de dizer em seu coração que você pertence a Jesus, fique na frente do espelho e vista as roupas que geralmente você usa para sair, trabalhar, ir à escola ou faculdade e para ir ao culto e responda para si mesma estas 5 perguntas:
  1. O que se pode ver do meu corpo que não é apropriado ser mostrado? 
  2. As saias são muito curtas revelando as coxas? 
  3. Os decotes são muito cavados, mostrando a maior parte dos seios? 
  4. Minhas roupas são transparentes, dando a impressão de que são peças íntimas? 
  5. Se eu fosse um homem, estaria vendo muito além do que uma mulher deveria mostrar estando vestida?
Se a maioria das suas respostas foi afirmativa, fale com Jesus. Não negue para si mesma que tem feito outras pessoas pecarem através de você. Mude de atitude.
A beleza da mulher cristã não está na sensualidade dos trajes. Ela não precisa sair também toda coberta dos pés a cabeça, há muita roupa elegante e discreta que veste a mulher sem torná-la alvo de cobiça pecaminosa para quem a vê. Busque orientação em Deus para se vestir de um modo que O agrade.
Se você vive para agradar a si mesma no modo de vestir, ainda que isso quebre a sua comunhão com Deus por se tornar motivo de pecado na vida das outras pessoas, sinceramente, você está fazendo a vontade da carne, não a vontade de Deus. 
Pense nisso!


Seja tudo em mim

Se nos despirmos de tudo o que pensamos ser o que somos, e dermos lugar para que Deus seja tudo em nós, seremos revestidos de amor e de um poder sobrenatural.
Quer que Jesus seja tudo em você? Então não tenha medo de jogar fora os trajes velhos de pecado e se revestir de novas roupas de justiça.
"Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar. Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; no qual não pode haver grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, escravo, livre; porém Cristo é tudo em todos." Colossenses 3:8-11

Ore, e diga para Jesus: Seja tudo em mim.

Série: O discípulo e o crente - Parte 27

O crente sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer uma igreja real.
"Ah, como seria bom se todos os irmãos na igreja cooperassem uns com os outros... Seria tão bom se o pastor concordasse em mudar o andamento do culto e pudessemos cantar mais ao invés de ouvir quase uma hora de pregação... Seria melhor se os bancos da igreja fossem acolchoados e macios, assim eu não me sentiria tão desconfortável..."
Estes são os sonhos do crente para uma igreja ideal. Na verdade, é uma igreja ao gosto do freguês, porque para o crente, uma igreja só seria perfeita se fosse do jeito que ele imagina. Ele tem dificuldade em se adaptar, geralmente não colabora e passa o tempo todo reclamando e sonhando como seria se as coisas fossem do seu jeito. Ele está disposto apenas a criticar e imaginar como as coisas seriam, mas não está interessado em se mexer e fazer alguma diferença, está sempre ocupado demais com suas próprias conquistas, e vê defeito em tudo.
Se o pastor convoca a igreja a orar, ele diz que o pastor é antiquado, se o pastor convoca a igreja para um culto ao ar livre na praça, ele diz que isso não dá resultado, se o pastor designa alguém para um cargo, ele diz que o pastor não estava na direção de Deus.
A crítica para este tipo de crente é uma companheira para todas as horas. Enquanto ele perde tempo criticando e imaginando como as coisas poderiam ser "melhores" se fossem do seu jeito, o discípulo se entrega como sacrifício vivo diante do Senhor, obedecendo e crescendo em fé: "Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." Romanos 12:1
Se você não está fazendo nada em prol da obra de Deus e imagina que ficar sonhando e criticando vai contribuir em algo, só tenho uma coisa a lhe dizer: "Acorde enquanto há tempo!"
Pare de sonhar com coisas que nem mesmo você está disposta a realizar na obra de Deus, e passe a ser você mesma com suas atitudes a igreja real que o verdadeiro discípulo de Cristo é quando se submete à vontade do Senhor e Ele mesmo a ajudará a progredir e crescer em fé.
"Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • A meta do crente é ir para o Céu; a meta do discípulo é ganhar almas para povoar o Céu.
Fique ligada!

O que aconteceu com os homens?

"E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou." (Gênesis 1:27)
Em quem você pensa quando ouve falar nestas coisas: pintar as unhas, tirar cutículas, depilação, tirar sobrancelhas, usar brincos, pintar os olhos, cabelos compridos?
Parecem características que descrevem uma mulher, não é?  Mas hoje em dia não é mais assim!
Os homens de antes não pintavam as unhas, e ai daquele que pintasse! Era ridicularizado pelos colegas e pela família. Hoje em dia, os homens atuais mantém uma base bem clarinha, transparente ou alguns mais ousados pintam as unhas de preto. É muito comum encontrar nos grandes centros homens de sobrancelhas tiradas, usando brincos, com os olhos pintados de lápis preto, com cabelos compridos e bem hidratados que dariam inveja a qualquer mulher!
Afinal, o que aconteceu com os homens? São exatamente pelas diferenças que homens e mulheres se interessam. 
O homem se interessa pela mulher porque ela não é igual a ele, é delicada tanto no modo de agir como de falar, em todo o trato. 
A mulher se interessa pelo homem porque ele tem poder de decisão, tem atitude.
São exatamente as diferenças que tornam a conquista interessante para homens e mulheres.
Agora imagine se fosse ao contrário, se as mulheres começassem a pegar aspectos masculinos e a incorporar estes aspectos como se fossem características femininas? Encontraríamos por ai mulheres de sobrancelhas grossas, unhas sem fazer, pêlos nas pernas e axilas e com buço (aquele bigodinho que geralmente se remove com cera!).
Acredito que não seria algo muito bonito de se ver!
Somos diferentes, homens e mulheres. Deus nos criou, mas não nos fez iguais nas características físicas exatamente porque são as diferenças que nos atraem.
Homens não precisam fazer o que as mulheres fazem para se tornarem atraentes, basta ter bom caráter, ser íntegro. É isto que uma mulher busca em um homem.
Mulheres não precisam invadir o espaço dos homens e tentar ser iguais a eles. O que o homem busca na mulher não é que ela seja igual a ele, mas que o complete naquilo que for necessário, onde ele precisa de ajuda.
A pergunta continua, afinal, o que aconteceu com os homens?


A mulher que fala demais

"O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias." Provérbios 21:23
Ela fala muito, não consegue ficar um minuto em silêncio, na verdade, o silêncio a angustia e para ela não há nada melhor do que falar, falar e falar.
O que ela não entende é que nem todo mundo está interessado em ouvir o que ela tem a contar, ou que nem sempre estão com paciência de ouvir.
Ela fala sobre as fofocas da vida dos artistas, sobre a vida dos vizinhos, sobre as novelas, e parece que os assuntos nunca se esgotam se ela estiver presente. Seus filhos já não aguentam mais ouvir tanto falatório, porque além de falar sobre a vida de todo mundo ela passa o dia criticando a própria familia: meu filho, você está com o rosto horroroso com essas espinhas; filha você canta muito desafinado; amor, como é que você vai sair com essa camisa ridícula?
A mulher que fala demais não tem limites! Até mesmo no ambiente de trabalho ela consegue atrair os problemas devido ao seu mau costume de falar demais. Transtorna o local de trabalho atrapalhando os colegas que precisam de um pouco de sossego para fazer o melhor naquilo que estão encarregados.
Ela não se controla nem mesmo dentro da igreja! Durante o culto fica cutucando quem está do lado e comentando: "você viu a roupa que a esposa do pastor veio vestida hoje? Olha só quem comprou um sapato novo! Acho que a gravata daquele obreiro está torta!"
Quando a mulher que fala demais é casada, o primeiro a sofrer com o seu falatório é o marido. Ela fala, não admite ser interrompida e por falar tanto, parece não ouvir quando ele a repreende.
A palavra de Deus diz: "Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo." Provérbios 25:11 
Mas a mulher que fala demais infelizmente não sabe quando é tempo de falar e tempo de calar.
Não se torne esta mulher. Ela é desagradável e sua conversação cansa os ouvintes. Ela imagina que todos estão interessados em tudo o que ela tem a contar, que todos estão dispostos a ouvir as suas críticas e opiniões. Sua língua parece completamente fora de controle e seus ouvidos surdos.
Ouça o que as pessoas tem a dizer, fale quando for a sua vez de expor uma idéia e não atropele a conversa fazendo-se de "a principal fonte de informações". Quando várias pessoas conversam há um diálogo, mas quando apenas uma fala e todas as outras são obrigadas a ouvir porque não há oportunidade de se pronunciar isso não é um diálogo, é um monólogo e que consequentemente se tornará monótono.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...