Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Quando não obedecemos a voz de Deus

"Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome e tu serás uma bênção." Gênesis 12:1,2
O Senhor é um Deus que abençoa, porém para receber a bênção de Deus, precisamos antes de tudo aprender a obedecê-lo.
Quando Ele nos dá uma ordem com uma promessa de bênção e o obedecemos, tudo é feito assim como Ele diz.  
Abrão ouviu o Senhor lhe falando para sair da terra onde vivia, do meio de seus parentes, da casa de seu pai e ir à terra que o Senhor lhe mostraria, onde ele seria grandemente abençoado.
"E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e toda sua fazenda, que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e vieram à terra de Canaã."(Gênesis 12:5)
Abrão obedeceu saindo da cidade de Harã, onde vivia, mas desobedeceu levando consigo seu sobrinho Ló, pois o Senhor lhe mandou sair do meio de sua parentela, então nesse caso ele também não deveria levar nenhum parente. Se assim fosse, o Senhor lhe diria.
Ficou em Canaã por algum tempo, depois se destacou para outras cidades e enfim desceu ao Egito, pois a fome assolava a terra onde Abrão estava.
O que Abrão não se deu conta, é que o Senhor não havia lhe dado ordem para descer ao Egito.
Abrão já havia estado em Canaã, onde Deus lhe havia confirmado uma promessa, que estava ligada também a primeira promessa sobre fazer dele uma grande nação:"E apareceu o Senhor a Abrão, e disse: À tua semente darei esta terra."(Gênesis 12:7a)
Por causa da fome na região onde Abrão se encontrava, ele foi para o Egito. Mas o que teria acontecido se Abrão permanecesse onde estava e confiasse que o Senhor lhe supriria em tudo e não deixaria que nada lhe faltasse?
Ele certamente não teria passado pelo que passou. Veremos agora a trajetória de Abrão: Chegando ao Egito, teve medo de ser morto pelo povo daquele lugar se declarasse que Sarai era sua esposa, porque ela era muito bonita e pensou que o matariam para ficar com ela. Então, Abrão convenceu a Sarai a dizer que na verdade ela era sua irmã!
O Faraó do Egito, encantado com a beleza de Sarai, pegou-a e a levou para sua casa!
Esse é um exemplo do que acontece quando decidimos agir do nosso modo, quando Deus nos dá uma ordem seguida de uma promessa de bênção e resolvemos fazer as coisas do nosso modo.
Abrão teve sua esposa devolvida, depois que Faraó descobriu que na verdade eles eram casados. E assim Abrão se foi do Egito com sua esposa e seu sobrinho para Betel.
Em Betel, mais problemas. Como Ló, e Abrão eram criadores de rebanhos, tomavam a terra para suas criações:"E não tinha capacidade a terra para poderem habitar juntos; porque a sua fazenda era muita; de maneira que não podiam habitar juntos. E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão, e os pastores do gado de Ló." (Gênesis 13:6,7a)
Abrão por fim, teve que se separar de seu sobrinho para não complicar mais as coisas:"Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o Oriente, e apartaram-se um do outro. Habitou Abrão na terra de Canaã, e Ló habitou nas cidades da campina, e armou as suas tendas até Sodoma." (Gênesis 13:11,12)
Com estes exemplos da vida de Abrão podemos perceber o que acontece quando cumprimos apenas parte do que Deus nos manda: complicamos nossa vida!
Abrão teve vários problemas, por obedecer à Deus parcialmente.
Deus, como foi dito no princípio é um Deus que nos abençoa. Mas ser fiel à Ele, quando Ele nos dá uma ordem com promessa de bênção, é essencial para a nossa paz de espírito, e em todas as áreas de nossa vida.
Como está sua vida hoje? Tem recebido o que Deus tem lhe prometido? Tem sido obediente à voz de Deus?
A obediência é a chave que abre a porta da bênção de Deus em nossa vida.
"E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus." (Deuteronômio 28:2)

Você pode resistir

"Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar."(1Coríntios 10:13)
Você já parou para pensar que a tentação é como uma maçã envenenada? A aparência é a melhor possível, prometendo prazer imediato mas sem nenhuma garantia após ter sido provada que aquilo que você fez trará algum benefício real e duradouro. Aliás, garantia é algo que não existe quando o assunto é ceder à tentação.
Alguns dizem: "eu não resisti, foi mais forte do que eu!" Mas podemos compreender melhor pela palavra de Deus, que as coisas não funcionam bem assim.
A tentação é algo humano, não é sobrenatural, e todos nós, todos os dias somos tentados por coisas que estão justamente ao nosso alcance.
Somos tentados exatamente naquilo que cobiçamos:"...cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte." (Tiago 1:14,15)
A tentação vem como uma resposta que parece resolver o problema da nossa própria cobiça, dos nossos maus desejos e intenções. Ela atrai e seduz com a promessa que "não faz mal, todo mundo faz, o que é que tem, é só uma vez..." Assim são as desculpas sem fim, quando depois de iludidos com suas promessas e convencidos que vale a pena ceder.
Ser tentado não é pecado. O pecado está justamente em ceder àquilo que nos trará consequências e que principalmente martelará em nossa mente o sentimento de culpa e vergonha constantemente.
Quantas pessoas você conhece que dariam tudo o que tem se pudessem voltar atrás, e não cair na tentação que não resistiram e que mudou o rumo de suas vidas para pior?
Geralmente se usa o termo "cair em tentação", que vem da oração ensinada pelo nosso Senhor Jesus (Mateus 6:13), porque é exatamente isto que a tentação faz com aquele que cede: ela o faz cair. Cair em desolação, cair em tristeza, cair em culpa e remorso. O poço para alguns pode ser mais profundo, e de queda em queda, a cada dia acabam se convencendo que não tem como resistir a tentação, que a vida é assim mesmo com todo mundo, que agora não há mais chance de sair da situação em que se encontra. Não caia nessa armadilha! 
Quando uma pessoa cai em adultério, diz que não teve chance de se defender da tentação, mas na verdade, o que aconteceu foi que ela não resistiu quando foi tentada. Um dia aceitou convite para almoçar com uma amiga do trabalho, mesmo sendo um homem casado. Dias depois saiu com a secretária e mentiu para a esposa que estava em uma reunião no escritório. E quando menos pensou, já havia consumado o fato e transtornado seu casamento.
Será que não poderia ter resistido ao primeiro encontro? Ter recusado sair a sós com uma mulher que não era sua esposa e ainda escondido?
A resposta é sim, podia, mas foi atraído e seduzido pela sua própria cobiça.
A cobiça de possuir algo que é ilícito, de se entregar a um vício, de fazer algo imoral mora no coração:"Porque do coração procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias." (Mateus 15:19)
O nosso cuidado deve estar justamente no coração. O que estamos guardando dentro dele ultimamente?
"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida." (Provérbios 4:23)
Da próxima vez que você for tentado, resista. Lembre-se que a tentação não é algo sobrenatural ou fora do normal, e que ela não é mais forte do que você e seu poder de discernir entre o bem e o mal.
Quando se vir tentado a navegar em páginas pornográficas pela internet, retornar ao vício do cigarro, bebida, drogas, prostituição, fofocar sobre a vida de todo mundo, ou seja lá qualquer que seja a área onde você é mais tentado e atacado, diga não. Você não é obrigado a seguir o que a tentação lhe sugere, porque ela é péssima em sugestões. Os resultados de suas sugestões são pecado e morte.
Pode não ser uma morte física o que vai lhe acontecer depois de ceder, mas estar morto espiritualmente é realmente se tornar um morto-vivo!
A tentação vem e passa se você resistir, mas se você não resistir, ela vem e as consequências e a culpa ficam.
Peça para Deus, em nome de Jesus lhe dar forças para resistir, e você vai desfrutar da paz de Deus em sua vida. Não espere que seja tarde para dizer não, e depois de ter se deixado levar pela tentação, ouvir arrependido estas palavras do Senhor:"Ah, se tivesses dado ouvidos aos meus mandamentos! Então seria a tua paz como um rio, e a tua justiça como as ondas do mar." (Isaías 48:18)

Sorteio do livro Mulheres Que Edificam

"Edificar um lar abençoado é a proposta de Deus para suas filhas.
Mulheres Que Edificam é um convite à você que deseja intensamente construir um lar segundo o projeto de Deus".
Quer ganhar um exemplar do livro Mulheres Que Edificam, de Adriana de Paula? Então participe do sorteio pelo Facebook. Basta curtir a página de  Adriana de Paula , compatilhar a imagem do sorteio AQUI e clicar na aba de Sorteio em "Quero participar" .


O sorteio será realizado dia 20 de novembro. Então, guarde esta data!

A pessoa sorteada receberá o livro Mulheres Que Edificam, enviado diretamente pela escritora Adriana de Paula.

O blog Princesas de Deus se reserva apenas a divulgação do sorteio.

Siga o Twitter da autora e divulgue para suas amigas com a seguinte frase:

"Sorteio do livro Mulheres Que Edificam de @adrianadipaula . Participe! http://bit.ly/R5KVqO "


Perdendo tempo

"Assim fala o SENHOR dos Exércitos, dizendo: Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a casa do SENHOR deve ser edificada." Ageu 1:2
No tempo do profeta Ageu, o Senhor revelou o que o povo dizia a respeito da casa Dele. Enquanto cada um se preocupava apenas em cuidar da própria casa, a casa de Deus estava desolada, destruída.
Ainda assim, não pesava na consciência do povo saber que nada estavam fazendo pela casa de Deus.  Ao contrário, enquanto o Senhor protestava por não estarem preocupados em edificar a casa do Senhor,cada um cuidava somente do que era seu.
O povo não percebia que estava perdendo tempo. Eles não percebiam que a negligência com a casa de Deus os fazia perder tempo tentando obter o melhor para si mesmos sem conseguir, pois eles semeavam e colhiam pouco, comiam e não se fartavam, bebiam e não se saciavam, se vestiam mas não ficavam aquecidos, e quem recebia salário o recebia como se fosse num saco furado.(Ageu 1:2-6)Tudo isso porque estavam mais preocupados em cuidar da própria casa, que da casa do Senhor.
Cuidar da própria casa não é errado, errado é tornar isso uma idolatria a ponto de se esquecer do templo do Senhor. Era esse o pecado daquele povo, estavam se esquecendo do templo e não percebiam que estavam perdendo um tempo precioso, pois poderiam estar agradando à Deus edificando sua casa, que certamente o Senhor lhes daria todo o necessário. Todos pensavam que ainda não era tempo de edificar a casa de Deus, afinal, quando esse dia chegaria então, já que o povo não estava nem um pouco preocupado?
"Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas."Lucas 12:31
Quando nos preocupamos apenas conosco mesmas, deixando de lado a vontade do Senhor (que é "buscai antes o reino de Deus", Lucas 12:31a) infelizmente perdemos todo nosso tempo correndo atrás de coisas que julgamos ser em nosso benefício.
Hoje, o templo a ser edificado para o Senhor, somos nós mesmas. E o que estamos fazendo com esse templo? Será que não estamos perdendo tempo com coisas que consideramos mais importantes que edificar um templo espiritual para Deus? E está mesmo valendo a pena dedicarmos todo o nosso tempo para nossa própria realização, deixando a parte mais importante de lado?
Quando as coisas não vão bem, há situações e circunstâncias das quais não estamos livres de viver e que nos envolvem, mas há situações que nós mesmas provocamos e depois perguntamos para Deus o que está acontecendo! O Senhor nos diz o mesmo que disse para o povo através do profeta Ageu 1:5 "Ora pois, assim diz o Senhor dos Exércitos:Aplicai os vossos corações aos vossos caminhos."
Veja que caminho você anda trilhando, perceba a que distância você está na busca do reino de Deus.
Se seu templo espiritual anda abandonado e triste, não perca mais tempo. O povo que foi repreendido pelo Senhor através do profeta Ageu não ficou parado, mas se apressou em edificar a casa do Senhor.
Que o Senhor possa falar do seu templo espiritual o mesmo que disse sobre seu próprio templo depois de edificado:"A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos."Ageu 2:9

Vivendo com sabedoria

"Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem." Lucas 21:15
Com nosso contato diário com o Senhor, adquirimos através da sua palavra sabedoria. Uma sabedoria tal que o mundo não conhece e não pode se opor com seus argumentos.
Pela sabedoria, a mulher pode manter a harmonia do seu lar:"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos."Provérbios 14:1
Essa sabedoria é algo que se adquire:"A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento." Provérbios 4:7
 A sabedoria é útil por toda a vida:"Porque a sabedoria serve de defesa, como de defesa serve o dinheiro; mas a excelência do conhecimento é que a sabedoria dá vida ao seu possuidor." Eclesiastes 7:12
Quem já viveu muito na presença do Senhor, certamente a tem:"Com os idosos está a sabedoria, e na longevidade o entendimento." Jó 12:12
"Porém onde se achará a sabedoria, e onde está o lugar da inteligência?" Jó 28:12
 Temos a resposta aqui:"Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência." Jó 28:28b
Quem quiser sabedoria, peça ao Senhor:"Porque o SENHOR dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento." Provérbio 2:6
Uma palavra de sabedoria pode ajudar uma pessoa a não tomar uma decisão errada. Seja você a possuidora dessa palavra:"A minha boca falará de sabedoria, e a meditação do meu coração será de entendimento."Salmo 49:3

Não sinta inveja

"Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos. Pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios." Salmo 73:2,3
A inveja é um dos sentimentos mais fingidos que um ser humano pode ter. Fingido porque quem tem inveja, nunca admite, tenta disfarçar mas nunca afirma que está na verdade sentindo inveja.
Mesmo o cristão, não está livre de ter este sentimento. Quantas vezes olhamos para a vida das outras pessoas que não servem à Deus e pensamos:"Ele não faz nada para agradar à Deus e tem tudo o que quer, e eu aqui neste sofrimento..."
Neste momento, o sentimento de inveja se hospeda no coração, misturado com a amargura de não possuir o que os outros possuem.
A inveja é um sentimento muito camuflado, e mesmo quem a sente, mente para si mesmo.
Ela vem sempre acompanhada pela amargura, raiva e tristeza.
Quem sente inveja se torna amargurado por não possuir o que gostaria, apesar de seus esforços. Fica com raiva por ver a prosperidade do próximo, até mesmo daquele que não serve à Deus e enfim cai em tristeza.
Percebe como a inveja é ruim para o coração?
A Palavra de Deus nos ensina a não dissimular esse sentimento: "Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade." (Tiago 3:14)
Se você não consegue se alegrar com o sucesso do próximo, e tem sempre  uma crítica quando vê que alguém está escalando degraus mais altos na vida, você pode estar sendo atacado pela inveja. Não minta para você mesmo: confesse à Deus e livre-se desse sentimento, porque a inveja nunca está sozinha, vem sempre acompanhada.
Asafe, no Salmo 73 declarou que sentia inveja dos que não servem à Deus, quando via que eles prosperavam, mas algo aconteceu e ele disse:"Até que entrei no santuário de Deus: então entendi eu o fim deles."(Salmo 73:17)
Somente depois de entrar na presença de Deus, Asafe compreendeu que ter inveja dos que não servem à Deus, não o levaria à lugar algum, pois os que não servem o Senhor não terão o mesmo destino dos que o servem.
A inveja o amargurou de tal maneira que ele disse:"Na verdade que em vão tenho purificado o meu coração e lavado as minhas mãos na inocência."(Salmo 73:13)
Não permita que a inveja lhe torne uma pessoa ingrata diante do Senhor, que tem lhe abençoado. A sua vida na presença de Deus não é em vão, o trabalho que você realiza para Deus não é em vão.
O invejoso ainda corre o risco de sofrer por falta de fé, pois passa a não acreditar que o Senhor pode lhe abençoar tanto quanto abençoa aos outros:"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe: porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11:6)
Livre-se da inveja, ela não lhe trará nenhum benefício, e não se esqueça da promessa que o Senhor faz para os que são seus:"Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam." (ICoríntios 2:9)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...