Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 26

O crente se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes.
"E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:2
Muitos crentes, com o passar dos anos congregando em uma igreja, ou mesmo que "migrando" de igreja em igreja, passam por um processo de conformismo. Vão ficando conformados com a vida que levam, olham para a vida das outras pessoas e dizem: "é assim mesmo, no começo são flores mas depois só espinhos, é assim com todo mundo, porque comigo seria diferente..."
O crente se habitua a orar sem obter resultados, a ler a Bíblia sem entender o que está escrito, a se sentar no banco da igreja em dia de culto com a mente em outro lugar. Não percebe que seu conformismo vai aos poucos minando sua fé.
Já o discípulo não se conforma, e quebra os velhos moldes que diz que tudo começa bem, mas que com o passar do tempo a beleza das coisas se esvai.
O discípulo sabe que renovar a mente pela palavra de Deus, tendo a mente de Cristo é um modo eficaz de não perder a fé, de se manter sempre ligado com Deus e ver progressos.
Não se conforme com as situações da vida, não se deixe abater pela idéia que diz que tudo tende a piorar. Escolha como pretende agir daqui pra frente: como crente ou como discípulo?

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos O crente sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer uma igreja real.
Fique ligada!


Ele sente saudades

"O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do Senhor." Provérbios 18:22
Você se lembra como era seu comportamento com seu esposo quando você se casou? Muito amorosa, atenciosa com todos os detalhes, sempre disposta a ajudar, a ouvir.
O tempo passou. A rotina se instalou em sua casa depois dos primeiros anos de casamento, e o que parecia um mar de rosas sem fim, definitivamente acabou.
Foi como acordar de um sonho bom, e agora você trata seu marido com monossílabas:"sim, não, 'tá, sei, oi, tchau."
O que aconteceu com todo aquele amor, com todo o carinho que os uniu? Algo se desgastou, e por falta de atenção o que era antes tão bom, mudou e virou rotina. Os dias se passam e tudo parece igual, o mesmo tratamento desinteressado, praticamente cada um vive a sua vida mas dorme todas as noites na mesma cama.
Você já parou para pensar que seu marido sente saudades de você? Isso mesmo, saudades de como você era quando ele a conheceu. Sempre muito alegre, conversando e feliz em vê-la, o enchendo de carinho e atenção.
O tempo realmente passa para todos, e todos estão sujeitos a mudanças, mas que essas mudanças sejam para melhor e não para pior.
Nem todo marido é franco para chegar na esposa e dizer que sente saudades da mulher por quem se apaixonou, da mulher com quem se casou e passou os primeiros melhores anos de sua vida. O medo de magoá-la também bate dentro do coração dele, e ainda que ele não diga o quanto se sente insatisfeito, ele reage de modo que você perceba os sinais que ele está dando de que algo não está bem.
A esposa que antes dizia palavras tão doces, agora só reclama, critica com ironia e vive de mau humor.
Algumas esposas pensam que acusando o marido estão descobrindo de quem é a culpa. Elas dizem: "ele também não me trata mais com carinho, o amor que ele tinha por mim se esfriou, ele só quer assistir televisão, navegar na internet e dormir."
Ambos estão frustrados, mas tentar descobrir de quem é a culpa e acusá-lo só vai trazer mais complicações. 
Seu marido poderá não dizer, mas deve sentir saudades da pessoa maravilhosa que você era quando se conheceram. Não deixe que ele fique só na saudade, guardando as lembranças do passado!
Comece hoje dando o primeiro passo. Você deve se lembrar de como você era quando o conheceu. Faça uma surpresa! Surpreenda-o com algo que ele gosta. Evite criticar os defeitos dele e faça como antigamente: elogie-o. Mostre carinho e cuidado no que faz para ele, no lugar de fazer tudo de cara emburrada e suspirando pelos cantos da casa. Não leve tudo tão a sério, volte a sorrir e faça o rir! 
Muitos casamentos tem solução, mas o orgulho tanto do marido quanto da esposa para dar o primeiro passo é o que atrapalha a solucionar os problemas. Não importa de quem é a culpa. Não permita que o amor que um dia os uniu se acabe por falta de atenção. 

Sementes da fé

Nem sempre conseguimos ver o resultado do que estamos semeando imediatamente. Em alguns casos, demora, e chegamos a pensar que nunca iremos colher aquilo que estamos plantando.
Choramos, e pedimos para o Senhor uma resposta imediata. Mas o semeador sabe que para a semente produzir, leva tempo.
Ainda que você esteja semeando em meio as lágrimas, não pare. O dia da colheita vem.
"Os que com lágrimas semeiam, com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes." Salmo 126:5,6

Plante Sementes da fé, que no tempo certo o Senhor lhe dará  a recompensa da colheita.

Série: O discípulo e o crente - Parte 25

• O crente cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território.
Na palavra de Deus, encontramos um versículo muito interessante de como era o comportamento dos primeiros cristãos em comunidade:" Da multidão dos que creram era um o coração e a alma. Ninguém considerava exclusivamente sua nem uma das coisas que possuía; tudo, porém, lhes era comum." (Atos 4:32)
O que vemos hoje na igreja? Uma visão muito distante do que acontecia naquela época.
Encontramos crentes interessados somente em cuidar das estacas da sua própria tenda, ou seja: desde que esteja tudo bem consigo mesmo no lugar onde ele congrega e com sua família, sem problemas! E quanto aos outros, que ainda não congregam e não conhecem o nome de Jesus??? Ah, estes vão encontrar o caminho...um dia! 
Nada mais egoísta, não é mesmo!
O discípulo não somente pensa, como age de modo completamente diferente do crente. Ele não somente cuida do lugar onde está, como se esforça para que este lugar seja cada vez mais amplo e acolhedor para receber aqueles que o Senhor vai acrescentar à sua obra, depois que o discípulo fizer sua parte.
O discípulo, como vive em constante trabalho apresentando o Senhor Jesus para aqueles que ainda não o conhecem, sabe que seu trabalho dará muitos frutos, e que por este motivo é preciso que haja espaço para receber todos aqueles que o Senhor trará para serem salvos, batizados, curados de enfermidades.
Os discípulos de Jesus foram perseverantes, e este era o resultado: "Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos." (Atos 2:46,47)
O crente cuida somente de si mesmo, e de "engordar espiritualmente" para benefício próprio, vive na ilusão que sua igreja será cheia de pessoas que por si próprias adentrarão o templo para conhecer Jesus.
O discípulo não fica a espera de um milagre: ele apresenta Jesus para quem não o conhece e o convida para ir onde muitos mais também já são seus amigos, pois é assim que o Senhor chama aqueles que o conhecem e conhecem o Pai: "Já não vos chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer." (João 15:15)
Tenha a honra de ser não somente serva do Senhor, mas amiga também!

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos O crente se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes.
Fique ligada!



Minha casa

Nossa casa pode viver debaixo da proteção do Senhor. Basta pedir e confiar. Muitas são as pessoas que protegem suas casas com alarme, portões de ferro, cães de guarda.
A casa principal que devemos colocar debaixo dos cuidados do Senhor, somos nós mesmos, pois é em nós que o Senhor habita em primeiro lugar.
Coloque sua vida nas mãos de Deus, e em nome de Jesus, Ele será a sua proteção.
"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela." Salmo 127:1

Que você diga também: Minha casa está sob a proteção do Senhor Jesus, e praga nenhuma chegará a minha casa. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...