Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 25

• O crente cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território.
Na palavra de Deus, encontramos um versículo muito interessante de como era o comportamento dos primeiros cristãos em comunidade:" Da multidão dos que creram era um o coração e a alma. Ninguém considerava exclusivamente sua nem uma das coisas que possuía; tudo, porém, lhes era comum." (Atos 4:32)
O que vemos hoje na igreja? Uma visão muito distante do que acontecia naquela época.
Encontramos crentes interessados somente em cuidar das estacas da sua própria tenda, ou seja: desde que esteja tudo bem consigo mesmo no lugar onde ele congrega e com sua família, sem problemas! E quanto aos outros, que ainda não congregam e não conhecem o nome de Jesus??? Ah, estes vão encontrar o caminho...um dia! 
Nada mais egoísta, não é mesmo!
O discípulo não somente pensa, como age de modo completamente diferente do crente. Ele não somente cuida do lugar onde está, como se esforça para que este lugar seja cada vez mais amplo e acolhedor para receber aqueles que o Senhor vai acrescentar à sua obra, depois que o discípulo fizer sua parte.
O discípulo, como vive em constante trabalho apresentando o Senhor Jesus para aqueles que ainda não o conhecem, sabe que seu trabalho dará muitos frutos, e que por este motivo é preciso que haja espaço para receber todos aqueles que o Senhor trará para serem salvos, batizados, curados de enfermidades.
Os discípulos de Jesus foram perseverantes, e este era o resultado: "Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos." (Atos 2:46,47)
O crente cuida somente de si mesmo, e de "engordar espiritualmente" para benefício próprio, vive na ilusão que sua igreja será cheia de pessoas que por si próprias adentrarão o templo para conhecer Jesus.
O discípulo não fica a espera de um milagre: ele apresenta Jesus para quem não o conhece e o convida para ir onde muitos mais também já são seus amigos, pois é assim que o Senhor chama aqueles que o conhecem e conhecem o Pai: "Já não vos chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer." (João 15:15)
Tenha a honra de ser não somente serva do Senhor, mas amiga também!

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos O crente se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes.
Fique ligada!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...