Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

O poder da língua

"Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã." Tiago 1:26
Nunca em outro tempo, se foi tão amplamente pregado o evangelho como em nossa época. Internet, rádio, televisão e outros meios de comunicação são os instrumentos que transferem a palavra de Deus para diversos lugares do mundo.
Você pode ter sido alcançada por Deus ouvindo uma pregação no rádio, ou ao trocar de canal tenha encontrado um pastor pregando ou alguém que cantava um louvor.
O fato, é que através de algum meio, ou de alguém que lhe pregou o evangelho você foi alcançada, e passou a subir os degraus da vida com Deus. Mas muitas pessoas não sobem muitos degraus dessa escada espiritual, algumas apenas começam no primeiro degrau e ficam ali mesmo.
O que impede muita gente de subir a escada da fé, é a língua. A pessoa se diz cristã, que professa a fé em Jesus Cristo mas não refreia sua própria língua. Nada lhe passa desapercebido, e seu desejo em falar  sobre tudo o que vê de modo crítico e maldoso é tão grande que nada a detêm.
Pessoas assim, estão enganando o próprio coração, porque pensam na verdade que são alguma coisa que nem elas notaram que não são! "Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo." Gálatas 6:3
A pessoa até parece religiosa, ou melhor dizendo cristã, mas suas atitudes que vão além da aparência negam esse fato. 
"A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo." Tiago 1:27 Analisando a última parte desse versículo, vemos que nos guardarmos da corrupção do mundo é um requisito para a religião verdadeira diante de Deus.
Se não usamos nossa língua de modo maldoso, para falar contra a vida das pessoas, fofocar, contar vantagens mentirosas já estamos nos guardando da corrupção do mundo nesse aspecto.
"De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim." Tiago 3:10 Seja bênção para os ouvidos daqueles que lhe ouvem e não engane a si mesma!

Caminho de milagres

Para Deus, o impossível não existe. Confie em nome de Jesus que o caminho do Senhor é um caminho perfeito, que nele não há erro nem nada que seja desaprovado. Siga pelo caminho do Senhor, esse é o caminho de milagres.
Não se desvie do caminho, e também não pare. Só alcança o milagre aquele que não desistir do caminho.
"O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam." Salmo 18:30

Ouça o louvor e continue trilhando o Caminho de milagres .

Série: O discípulo e o crente - Parte 5


• O crente gosta de elogios; o discípulo do sacrifício vivo.

Você gosta de ser elogiada? Certamente que sim, e quem não gosta! Nos sentimos especiais e notadas.
Mas sabia que crente que gosta muito de receber elogios poder estar correndo perigo? Sim, o perigo de ter seu coração cheio de orgulho, e o pior, de ficar acostumado somente a receber elogios e nunca críticas. Os elogios em excesso tem o poder de nos cegar, e não nos deixar notar em que áreas estamos falhando e precisamos fazer algo a respeito.
Encontramos muitos crentes assim por aí. Estão sempre se gabando do que fazem para Deus, quantas horas oram de joelhos, o quanto jejuam, fazem praticamente uma promoção de si mesmo para mostrar aos outros que são muito espirituais e que estão muito perto de Deus.
Mas a verdade é que pessoas assim, estão se enganando e buscando glória própria.
Quem é discípulo, em primeiro lugar vai estar interessado em buscar a glória de Deus. Vai agir de modo que se manifesta a glória de Deus em sua vida não para mostrar ao mundo que é uma pessoa espiritual, mas para alcançar aquele que ainda não foi alcançado pelo amor de Cristo. O discípulo não vai falar de si mesmo para ser elogiado, mas vai falar de Deus para que o nome de Jesus seja glorificado.
O discípulo se esforça e não dá ouvidos à sua própria carne que almeja ser elogiada e satisfeita em suas vaidades. Mas aquele que apenas crê, pode facilmente cair nesta armadilha e passar todo o tempo tentando aparecer, posando de bonzinho para ser elogiado e querido por todos.
Jesus quando esteve na terra caminhando e anunciando o evangelho do reino na companhia de seus discípulos, não era bem visto por todos. Alguns diziam que Ele não passava de um beberrão e comilão que conversava com pecadores.
Jesus não se preocupava em receber elogios das pessoas, seu interesse era tão somente agradar ao Pai, e o Pai a seu respeito no dia de seu batismo disse: "Este é o meu Filho amado, em quem eu me agrado." Mateus 3:17b
Será que o Senhor pode dizer o mesmo de nós: "Está é a minha filha amada, em quem me agrado?"
Não faça coisas para ser notada pelas pessoas e receber elogios, faça coisas que agradem a Deus, porque a nossa recompensa vem das mão do Senhor, não das mãos dos homens.
"Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai que está nos céus. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita, para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente." Mateus 6:1,3,4

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, vermos - O crente entrega parte de suas finanças; o discípulo entrega toda a sua vida.
Fique ligada!

Não mude as coisas de lugar!

"Mas faça-se tudo decentemente e com ordem." 1Coríntios 14:40
É típico da mulher casada organizar a casa. Tudo deve estar em seu devido lugar, desde os pratos num lugar específico do armário, até as velas para quando faltar luz em casa, para não ficarem no escuro!
Mas o que torna a vida da família difícil por conviver com uma mulher extremamente organizada, é quando ela se acha a completa dona da casa, mantendo as coisas em lugares que somente ela pode responder onde estão.
O filho deixou os livros sobre a mesinha dentro do próprio quarto, para facilitar o estudo mais tarde. A mãe entra no quarto no intuito de arrumá-lo e os guarda na gaveta.
O marido coloca as ferramentas sempre dentro de um estojo próprio para ferramentas. A esposa ao ver as ferramentas espalhadas porque o marido teve que sair apressado e não as guardou, as junta e coloca em uma caixa dentro do porão. Ela não avisa depois que guardou as coisas em lugares diferentes. Apenas organiza tudo crendo que a ordem e a paz estão reinando finalmente. Esse é só o início do que pode se tornar um tormento. 
O filho entra no quarto e não encontra os livros onde os deixou:"Mãe, cadê meus livros?" O marido chega em casa, e percebe que suas ferramentas que estavam espalhadas além de não estar dentro do estojo não estão visíveis onde ele se encontra, e pergunta para esposa:"Cadê minhas ferramentas?"
Você se identifica com essas situações? Então comece a prestar mais atenção com o seu comportamento a respeito da organização da casa. O que pode ser bom para você pode não ser bom para os convivem em seu lar.
Quando organizamos o lugar onde vivemos, é natural saber onde tudo se encontra. Em minha casa, quando falta a luz, eu vou no escuro procurar as velas e o fósforo e sei exatamente onde eles estão! Isso porque conheço a casa onde moro.
Não faça de sua casa um lugar desconhecido para seus filhos e seu esposo. Tenha o costume de manter as coisas no mesmo lugar, para que aqueles que moram nela não fiquem desorientados sem saber onde procurar.
Quando fizer faxina, e resolver mudar as coisas de lugar, avise que está mudando a localização dos objetos. Isso vai evitar ter que ouvir perguntas durante todo o dia: "Amor, cadê meu creme de barbear? Mãe, você  viu minha escova de cabelo? Onde foi parar meu tênis? Mãe, onde estão minhas meias? Amor, você sabe onde está minha agenda?"
Um modo de não ter que ser o tempo todo a fonte de informações preciosa da família, quando estão todos perdidos dentro de casa procurando seus pertences, é delegar a cada um responsabilidade sobre suas próprias coisas.
Cada membro da família deve organizar seu espaço: os filhos arrumam seus quartos, o marido mantém seu escritório, ou seu espaço de trabalho em ordem.
Não é porque você é dona de casa, que deve invadir o espaço de todos, mantendo tudo do seu jeito. Isso causa transtorno e discussões desnecessárias. E principalmente: nunca jogue fora o que não é seu. Antes de tudo, pergunte. Às vezes não sabemos o quanto algo significa para um de nossos familiares, e na sede de ver a casa brilhando, vamos juntando tudo pela frente na hora da faxina e jogando fora até mesmo o que não nos pertence.
Ser organizada é uma virtude, mas fazer disso motivo de discussões em casa é imprudência.


Eu acho que...

Opiniões. O que mais ouvimos ou mesmo fazemos é dar opinião a respeito de tudo o que nos rodeia.
Opinamos sobre onde ir, o que fazer, o que os outros devem fazer, quando e como devem fazer.
Opinamos até no que não é da nossa conta, e é aí que está a raiz do problema: quando opinamos sobre aquilo que não nos diz respeito.
Geralmente se começa assim:" eu acho que..." E lá se vai uma vasta lista do que achamos e pensamos ser o certo sobre a vida dos outros.
Isso pode se tornar um mau hábito, e o pior, um hábito difícil de ser mudado, porque parece que quando alguém nos conta algo, nossa língua tem vida própria e as palavras parecem não seguir o rumo natural, passando primeiro pelo nosso pensamento através do cérebro pra enfim serem ditas. Quando nos damos conta, simplesmente as palavras já saíram pela boca!
"O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína."(Provérbios 13:3)
Quantas pessoas acabam por se passar por pessoas que semeiam discórdia por terem dado uma opinião não solicitada no momento errado.
Nem tudo o que ouvimos deve ser alvo de comentários, nem tudo o que sabemos merece a nossa opinião, pois pode ser que o que você considera uma opinião sincera se passe por grosseria para aquele que ouve. 
O pior de tudo é ser mal interpretado por dizer o que você acha! Imagine a seguinte situação: 

-O chefe está solicitando sua presença na sala dele- diz a secretária enquanto sai em seguida.
Os outros funcionários se olham, e quando o funcionário que foi chamado se retira alguém comenta:
-Xiii, acho que ele vai ser demitido.
Minutos depois o funcionário passa pela sala em silêncio, está com os olhos cheios de lágrimas, pega sua pasta sobre a mesa, desliga o computador e sai.
-Não falei que ele ia ser demitido, eu sabia!
Três dias depois, eis que o funcionário reaparece no escritório, ligando seu computador com sua pasta na mão.
O comentário já havia se espalhado sobre sua suposta demissão através do funcionário que comentou precipitadamente o que achava que seria o motivo do chefe tê-lo chamado em sua sala.
-Hey, você não tinha sido demitido há três dias atrás? "Eu achei" que você tinha sido demitido porque depois que foi falar com o chefe, passou por aqui chorando, pegou suas coisas e saiu sem falar com ninguém! O que é que você está fazendo aqui???
-Eu fui demitido? Quando?! Ah, você se refere aquele dia que fui chamado na sala do chefe? Pois é, o meu pai faleceu, e minha irmã ligou para o meu chefe para me avisar, porque não teve coragem de ligar para o meu celular. Quando eu soube, fiquei em choque, peguei um táxi e me dirigi até onde minha irmã estava com minha família.

Percebe como um "eu acho que..." dito em hora inapropriada pode causar? Apenas um "eu acho que..." pode se tornar um boato, uma fofoca e se passar por verdade até que esta seja descoberta.
Apenas um "eu acho que..." pode por fim se tornar uma mentira, pois como diz o ditado, quem ouve um conto aumenta um ponto! Cada um vai dizendo o que acha e cria-se uma estória imaginária que muitas vezes não corresponde com a verdade dos fatos.
Da próxima vez que você "achar" alguma coisa, pense bem se vale a pena expôr sua opinião.
A língua é um pequeno órgão no corpo humano, mas que se for usada de forma errada, pode trazer prejuízo tanto a quem ouve quanto a quem a usa para falar.
"Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a língua, antes, enganando o próprio coração, a sua religião é vã." (Tiago 1:26)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...