Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 11

• O crente é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercer a sua fé.
Os altos e baixos na vida espiritual do crente acontecem exatamente porque ele está condicionado pelas circunstâncias. Ele não vive movido pela fé, mas as situações da vida é que irão determinar como ele vai se comportar.
Quando tudo está bem ele diz: "Deus está na minha vida, me abençoando!" Mas quando tudo vai mal, seu discurso muda: "Onde estava Deus que não vê a situação que estou passando? Será que Ele me esqueceu?"
O discípulo não vê as situações difíceis como um embaraço para sua vida espiritual. Ele as enxerga como uma possiblidade de crescer e se fortalecer na fé.
Através de situações difíceis, o discípulo exerce sua fé, e quem convive com ele fica admirado em ver como ele se comporta quando está sendo provado. Não passa os seus dias na murmuração, reclamando, cobrando de Deus o que pensa que é seu por direito, mas confia inteiramente na palavra que diz: "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28
O crente espera que as situações da vida sejam boas e favoráveis para servir à Deus com alegria. Enquanto está com dinheiro no bolso, com a família em harmonia e sendo promovido no trabalho, está tudo bem. Ele canta nos cultos louvando ao Senhor e se sente em paz. Mas assim que começam as dificuldades, ele não tem mais louvores para oferecer à Deus, mas apenas uma série de reclamações e cobranças, se esquecendo que quem faz a obra em nossa vida é Deus. Ele discute com Deus como se tivesse esse poder! "Ai daquele que contende com o seu Criador! O caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? Ou a tua obra: Não tens mãos?" Isaías 45:9
O discípulo em tudo a Deus se submete. Sabe que a vontade de Deus é boa e perfeita para a sua vida, e que mesmo em meio as dificuldades, o Senhor ainda que não resolva prontamente está ao seu lado, o amparando e lhe dizendo: "Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, eu te ajudo." Isaías 41:13
E então, você pretende continuar como o crente, deixando que as situações moldem a sua fé, ou vai usar a sua fé como o discípulo para mudar as situações?

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • O crente exige que os outros o visitem; o discípulo visita.
Fique ligada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...