Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 4

O crente depende dos afagos de seu pastor; o discípulo está determinado a servir a Deus.
 
Muitos crentes ainda não descobriram o prazer de servir à Cristo, porque estão mais interessados em agradar ao homem que agradar à Deus.
São até mesmo pessoas dedicadas na obra de Deus, estão sempre presentes nos cultos, nas orações, mas o objetivo destas pessoas é serem vistas e notadas pelo pastor, que lhes dará algum cargo de confiança. 
O discípulo é diferente. Ele se preocupa primeiramente em agradar à Deus com suas atitudes, e não tem seu foco no que vão pensar sobre ele, porque sua direção é Deus.
Há crentes que se mostram muito piedosos e bonzinhos diante do pastor, com o único objetivo de serem "promovidos" na obra de Deus. O que esses crentes querem é que o pastor lhes aperte a mão, abrace e diga como eles são especiais! Que a obra de Deus só cresce por causa deles, que se não fossem eles, o pastor estaria perdido! Que a igreja estaria falida sem a ajuda deles!
O Senhor não nos chamou para nos enchermos de orgulho próprio, nem para buscar nossos próprios interesses em sua obra. Como a obra é de Deus, são os interesses de Deus que devemos buscar.
O discípulo está determinado a fazer o que for possível para agradar o Senhor. Age com coração sincero, se importa com as vidas que ainda não conhecem Jesus como seu Salvador, e vai de encontro a essas vidas para lhes ensinar sobre como viver em Cristo e por Cristo.
O reconhecimento para o discípulo vem da parte de Deus, que vê sua sinceridade em servir com obediência.
Sempre que nos comportamos de um modo que faça com que o pastor nos note propositalmente, estamos apenas agindo como crentes. 
Mas a partir do momento que pararmos de nos preocupar em sermos "promovidas" no serviço de Deus, e fazermos de coração o que o Senhor está nos mandando fazer, aí realmente estaremos sendo discípulas fiéis.
Não vamos agir como a pessoa que não tem um coração sincero, que serve e ajuda somente almejando seus próprios interesses. Isto não é servir à Deus, é servir a si mesmo!
"Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão." Mateus 6:2
Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos - O crente gosta de elogios; o discípulo do sacrifício vivo.
Fique ligada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...