Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 14

• O crente pensa em si mesmo; o discípulo pensa nos outros.
O crente está sempre preocupado com sua vida. Ora pedindo ao Senhor que o abençoe, que lhe dê a direção a seguir, que seu emprego lhe faça prosperar, que sua família seja unida, enfim, é uma longa lista de pedidos que o crente faz para sua própria vida e bem estar.
O discípulo não se limita em pedir somente bênçãos para si. Ele compreende que vivendo uma vida de obediência, automaticamente as bênçãos de Deus lhe alcançarão, e que então deste modo ele é grato à Deus por tudo.
O discípulo ora em favor do seu próximo, ainda que este próximo não seja da sua família, nem mesmo seu amigo. Até pelo inimigo o discípulo ora em favor, para que Deus lhe abra os olhos e faça parte de sua vida.
Há muitos crentes egoístas, que não pensam mesmo nos outros, que imaginam que as bênçãos são somente para as suas vidas, e que se alguém quer alcançar o favor de Deus, que não conte com eles para isso, pois eles não tem disposição de ficar intercedendo pela vida de ninguém, a não ser pelas suas próprias vidas.
Crentes assim imaginam que estão perdendo tempo pedindo em favor de alguém, enquanto poderiam estar orando por suas próprias vidas e pedindo bênçãos para si!
O discípulo segue o princípio que o Senhor ensinou: "Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis." João 13:34
O crente não demonstra este amor, mas pensa primeiro em si mesmo e se esquece dos outros. A prioridade em sua vida é ele mesmo.
O que temos sido ultimamente: crentes ou discípulos?

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • O crente se senta para adorar; o discípulo anda adorando.
Fique ligada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...