Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

O portal aberto

"Não porei coisa má diante dos meus olhos." Salmo 101:3 a
No período atual em que vivemos, é simplesmente comum em uma mesma casa ter mais de uma televisão. Uma na sala, e outra no quarto dos pais, ou ainda dos filhos.
O que diremos então do computador? Há pais, que no intuito de verem o filho passar de ano, lhe promete um computador. O filho se esforça, passa de ano, ganha o computador e imaginem onde ele será instalado? No quarto do filho.
Onde está o mal nisso tudo? Não está no computador ou na televisão em questão, mas está naquilo que se vê neles e que pode prejudicar ou moldar o comportamento das crianças e adolescentes de forma errada.
Tanto a televisão quanto o computador são auxiliares para nos manter informadas do que se passa no mundo ao nosso redor e nos confins, onde não alcançamos, mas a notícia nos chega através destes veículos.
O cuidado está em escolher o que estamos vendo, e principalmente, o que as crianças (a nova geração), andam assistindo e navegando.
Nem tudo que parece "legal" é apropriado dependendo da idade da criança. Como adultas, podemos escolher o que assistir. Temos o Espírito Santo que nos fala quando o que estamos assistindo é desagradável aos olhos de Deus, então neste caso basta manter um relacionamento direto com o Senhor que saberemos quando o que vemos na televisão ou na internet não vai ser edificante para nossa alma.
Mas as crianças ainda estão em fase de formação, aprendendo a escolher entre o bem e o mal. 
Muitos pais não se preocupam com o que os seus filhos assistem, ou em que páginas navegam. Eu mesma fiquei surpresa uma vez. Gostava de jogar jogos de meninas, e estava em um site infantil, quando encontrei entre as sessões do jogo, jogos eróticos em desenhos!
Agora imagine uma criança exposta a esse tipo de "brincadeira" na internet, tendo a libido sendo despertada numa idade em que ela não está preparada para isso?
Ainda que seus filhos naveguem apenas em sites apropriados para a idade deles, pegue um tempo para sentar e jogar um pouquinho com eles, investigue se o site não possui algo impróprio, pois o que encontrei foi em um site com brincadeiras para crianças a partir de 5 anos, e não foi somente em um site que encontrei a sessão de jogos eróticos infantis!
A televisão e a internet são como portais abertos dentro de nossas casas, e a escolha do que vai entrar nela está em nossas mãos. Os modismos ali apresentados, podem mudar o comportamento de quem assiste ou navega, até mesmo de forma inconsciente.
Seu filho está muito agressivo, responde mal a tudo, mostra um comportamento diferente do que sempre foi? Verifique o que ele anda assistindo ou navegando na internet. Crianças e adolescentes são mais vulneráveis à mudança de comportamento pelo que veem, mas os adultos não estão fora dessa lista.
Veja por exemplo, as novelas. Quantas mulheres não se inspiram nas atrizes e em suas histórias fantasiosas? Muitas não admitem, e dizem: "Eu não, eu só assisto e não sigo os exemplos que passam nas novelas." Como já foi dito, seu comportamento pode ser moldado até mesmo de forma inconsciente, nem você mesma percebe como está mudando enquanto o "portal está aberto", despejando em sua casa tudo aquilo que você em seu coração rejeita por servir à Deus que você mesma não faria. Você pode não praticar o que está assistindo, mas então, porque permite que seus olhos vejam o que você mesma condena?
Verifique a classificação etária dos dvds que seus filhos assistem, veja se a classificação é apropriada. Coloque o computador em uma área da casa mais "pública", onde iniba a vontade de seus filhos de acessar sites pornográficos ou de violência irrestrita. Deixe o computador na sala de estar mesmo. Quarto é lugar de descanso. Enquanto você dorme em seu quarto, seus filhos podem estar no deles tendo acesso à conteúdos prejudiciais à formação, ou assistindo programas de televisão que não convém pela madrugada.
Proteja sua família. Nem tudo o que assistimos na televisão ou navegamos na internet é saudável. Oriente seus filhos, não apenas proiba, pois só a proibição já é suficiente para criar uma curiosidade nas crianças e adolescentes, e quando você não estiver por perto, eles darão vazão à essa curiosidade. Poderão até mesmo ser induzidos pelo pensamento de muitos que dizem que: "o que é proibido deve ser bom, ou o que se faz escondido é mais gostoso."
Orientação é a palavra chave, principalmente a orientação através da palavra de Deus. Não amendronte seus filhos dizendo que Deus vai castigá-los com o que veem e acessam, mas mostre para eles os benefícios da obediência à Deus nesta parte. O seu próprio exemplo de mulher de Deus, sabendo escolher com sabedoria o que vê na televisão e na internet já serão um bom indicador para seus filhos. 
O controle do portal está em suas mãos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...