Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Esgotamento nervoso

"Cura-me, Senhor, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor." Jeremias 17:14
Ela parece a esposa perfeita: mantém a casa sempre limpa, como se estivesse sempre pronta para receber uma visita. Está sempre bem vestida, seus filhos a admiram e seu marido a ama muito. No trabalho é uma excelente profissional. Ela é realmente uma bênção tanto para a família, como para todos que a cercam.
Mas o que ninguém sabe é que ela está cansada da rotina do dia a dia. Parece viver no piloto automático. A casa arrumada já é força do hábito e ela praticamente não pensa quando está colocando cada coisa em seu devido lugar. Em sua mente, tudo já está calculado, tem praticamente uma memória fotográfica onde registra onde tudo está, caso seus filhos ou o marido venham lhe perguntar onde está o que estão procurando.
A rotina a desgasta, mas ainda assim ela consegue sorrir e ser gentil com todos. Além de trabalhar em casa mantendo tudo em ordem, ainda trabalha fora para ajudar nas despesas da casa juntamente com o marido, e vive preocupada com a educação dos filhos e a formação cristã deles.
Um dia ela chora sem motivo aparente. Dias depois sente uma sonolência que parece fora de controle. Fica resfriada ou pega gripe com muita frequência, e agora está sempre se queixando de dores no corpo. Ela está muito cansada, mas por estar sempre alerta seguindo a risca a rotina, não pára para verificar o que está acontecendo consigo mesma.
O cansaço físico e mental podem ser um sinal de alerta para um problema maior: esgotamento nervoso.
Não somos super-mulheres, nem mesmo a Mulher Maravilha. Algumas mulheres pelo fato de serem esposas e mães pensam que seu corpo não tem um limite, e extrapolam os limites achando que podem fazer tudo ao mesmo tempo, ser solícitas o tempo todo mesmo quando não são solicitadas, e atenciosas com todo mundo menos consigo mesmas.
Então, aquela mulher que parecia a esposa perfeita, torna-se irritadiça e agressiva com as palavras. Seu rendimento no trabalho decai e nem ela sabe o que está acontecendo.
Seu marido tenta agradá-la de todos os modos, mas ela parece insatisfeita demais com tudo e não dá mais atenção ao que ele diz, se aborrece com as brincadeiras dos filhos e prefere o isolamento. O esgotamento nervoso altera todo o seu comportamento, e aquela que era uma esposa e mãe tão amorosa se torna insuportável e chorona. O casamento que antes parecia um mar de rosas, parece estar em um mar de espinhos!
Não espere que seu relacionamento seja afetado por um problema como esse, para depois descobrir que a culpa não é de seu esposo nem de seus filhos.
Se você se sente muito esgotada de tudo o que tem feito, reúna sua família e converse. Peça a colaboração de todos para as tarefas domésticas, se você percebe que está fazendo além do que deveria, divida responsabilidades.
Algumas mães com filhos adolescentes, ainda insistem em arrumar a cama dos filhos quando eles se levantam pela manhã para ir à escola. Não trate seus filhos como se eles tivessem menos idade do que tem! Qualquer adolescente sabe como esticar um pano de cama e dobrar os cobertores. Ensine-os a organizar o próprio espaço onde dormem.
Quanto a louça da janta, porque não fazer um "rodízio" para lavar a louça? Cada dia, um membro da família fica responsável para lavar ou secar a louça.
São coisas tão simples, mas para uma mulher que trabalha fora e trabalha em casa são detalhes que podem sobrecarregá-la até o ponto de ficarem fisica e mentalmente esgotadas.
Seu marido também pode ajudar, afinal, que marido depois de viver anos com uma esposa maravilhosa e bem humorada consegue suportar uma mulher que parece ter se transformado em outra pessoa? 
Se for preciso pedir uma licença no serviço, converse com o chefe e vá cuidar da sua saúde. Em alguns casos de esgotamento nervoso, a quebra da rotina e passeios em lugares onde há natureza contribuem muito para o melhoramento da saúde.
Não espere que o esgotamento nervoso evolua para uma depressão. Muitas mulheres são negligentes com a própria saúde, e só procuram auxílio médico quando já estão com enfermidades de ordem psicológica em estado avançado. 
Fale com o Senhor, diga para Ele como você se sente, ore a respeito e não deixe sua família de fora, pois o apoio da família nestas horas é muito importante.
Se for necessário procurar um médico, não pense duas vezes. Cuide de sua saúde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...