Faça a melhor escolha hoje: Jesus.

Série: O discípulo e o crente - Parte 24

• Os crentes são fortes soldados defensores; os discípulos são invencíveis soldados invasores.
Na batalha da fé para prosseguir fazendo parte do reino de Deus, só vencem os fortes. "Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele." Mateus 11:12  
Aqueles que se mostram fracos, que não estão interessados em lutar ou mesmo se defender, podem ser presa fácil para o exército inimigo.
Os crentes são considerados fortes soldados defensores, pois através da oração e em nome de Jesus, resistem aos ataques do inimigo. Eles se defendem e confiam nas promessas da palavra de Deus. Eles não avançam contra o exército inimigo para resgatar aqueles que eram seus e que por um deslize foram capturados, apenas se esforçam para que os que ainda fazem parte do seu exército não sejam as próximas vítimas.
Os discípulos são invencíveis soldados invasores porque não se contentam somente em ser linha de frente defendendo seu exército, mas atacam o exército inimigo resgatando os que haviam sido capturados.
O lema do discípulo é este: "Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, afim de agradar aquele que o alistou para a guerra." 2 Timóteo 2:4
O discípulo segue sem se embaraçar e sem se deixar iludir pela astúcia do inimigo. Ele sabe que o objetivo do inimigo é apenas um: sua derrota.
Se ele sabe que alguém do seu exército foi capturado, luta com todas as armas que Deus lhe dá para trazê-lo de volta.
Os crentes defendem a si mesmos e aqueles que estão com eles na frente da batalha, não avançam contra o inimigo deliberadamente, apenas se preocupam em não deixar brechas para que o inimigo não tome o território.
Os discípulos avançam contra o exército inimigo, resgatando aqueles que são seus, pois acreditam que a melhor defesa na vida espiritual é o ataque. O discípulo sente muito ao saber que alguém da sua tropa foi capturado e não descansa enquanto não o traz de volta.
Já o crente, também sente muito quando isto acontece, mas ao contrário do discípulo, não vai atrás em busca do resgate daquele que está agora preso pelo inimigo. Apenas lamenta e diz: "isto acontece com quem não vigia!" 

Na próxima postagem da série O discípulo e o crente, veremos • O crente cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território.
Fique ligada!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e deixe o link de seu site ou blog para eu fazer uma visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...